terça-feira, 28 de maio de 2013

JORGE NUNO PINTO DA COSTA TOMOU POSSE


O presidente Jorge Nuno Pinto da Costa e toda a restante equipa dirigente tomaram posse esta segunda-feira, no Estádio do Dragão, assumindo os destinos do FC Porto para o triénio 2013-16.

Numa cerimónia simples, que deorreu no auditório do Dragão, todos os dirigentes assinaram o compromisso de defenderem e projectarem ainda mais o FC Porto.

Após a tomada de posse, Pinto da Costa falou em exclusivo ao www.fcporto.pt e ao Porto Canal, em que assumiu sentir a mesma responsabilidade de sempre: "E a mesma responsabilidade desde o primeiro dia, que foi aquilo que prometi em 1982, que faria tudo para poder pôr o FC Poto cada vez melhor. E tenho neste momento em que inicio o 13.º mandato agradecer a todos os que me têm apoiado, aos dirigentes que ao longo destes 31 anos estiveram comigo, recordar os que infelizmente já não estão no nosso meio e agradecer sobretudo à massa asscoaitiva e aos adeptos em geral o apoio que me têm dado. Sinto responsabiliade, porque quanto mais vencemos maior é a responsabilidade e a única coisa que eu posso garantir é aquilo que garanti no primeiro dia, estar sempre disponível para o FC Porto, defendê-lo intransigentemente seja contra quem for e procurar tornar a vida mais feliz aos nossos milhões de adeptos, muitos deles com vidas difíceis".

E Pinto da Costa promete manter o clube no nível elevadísismo em que está. "Os grandes objectivos são em primerio lugar manter o nível competitivo que as nossas equipas em todas as modalidades têm conseguido ter; em segundo lugar, vencer no ritmo que tem acontecido; e em terceiro lugar e é um objectivo específico, que é a inauguração do museu, que vamos procurar que se realize no dia 28 de setembro, que é o dia do nosso 120.º aniversário e que os festejos sejam condignos com o nosso FC Porto".

À margem da tomada de posse, o presidente aproveitou para felicitar o Vitória de Guimarães pela conquista da Taça de Portugal: "Não vou dizer que a vi com indiferença, porque não sou hipócrita, vi-a pelo lado do Guimarães, da mesma maneira que vi a final da Liga Europa pelo lado do Benfica. Se na Europa gostava que tivesse sido o Benfica a vencer, no estádoi de Oeiras torci pelo Guimarães, que acho que venceu com toda a justiça e aproveito para enviar os meus parabéns ao Guimarães, na pessoa do seu presidente. Foi uma conquista notável, no meio de tantas dificuldades que tem tido, vencer a Taça de Portugal. Fiquei muito contente e endereço os parabéns a todos e foi muito agradável ver que o golo da vitória foi alcançado por um jogador que já é do FC poto. Mostrou, tanto ele como o Tiago, que são grandes profissoinais, deram tudo por um clube que vão deixar de ser o seu e fico muito feliz por ficarem na história".

Finalmente, Jorge Nuno Pinto da Costa lamentou que o FC Porto não fosse novamente recebido na Câmara Muncipal, após a conquista de mais título nacional e promete distanciamento em relação à corrida autarquica.
"É incompreensível, vemos que o Belenenses subiu de divisão e foi recebido na câmara de Lisboa, o Paços de Ferreira vai à Europa e foi recebido na câmara municipal, o Estoril foi recebido na câmara de Cascais, hoje o Guimarães creio que neste momento está a ser recebuido na câmara de Guimarães, e aproveito para mandar um grande abraço ao seu presidente, tudo isto acontece de norte a sul, tudo isto acontece em toda a Europa, excepto no FC Porto, na cidade do Porto, onde tristemente nem umas felicitações recebemos da sua vereação. É triste, lamentável, as pessoas são como são. Não tenho nada a ver com política, não conheço o actual presidente da câmara mas não tenho dúvidas que vença quem vencer na próximas vez que formos campeões seremos recebidos na Câmara. E aproveito esta oportuniade para dizer o seguinte, naturalmente que eu como cidadão irei votar em quem entender que será melhor para a cidade do Porto, mas como presidente do FC Porto tenho que respeitar a opinião de todos os meuas associados e adeptos. E adeptos e sócios do FC Porto há de certeza milhares que são dos mais variados candidatos e eu por respeito a essa diversidade durante a campanha não me irei envolver em nada, não dar opiniões sobre nenhum candidato, não mostrar preferêrncia por quem quer que seja. Estarei absolutamente fora de qualquer organização, seja qual for o partido, não receberei ninguém, nenhum partido será recebido por mim, queria dar esta garantia aos sócios do FC Porto e que votem em quem pensarem que é melhor para a cidade. Para o que for eleito estarei totalmente disponível, mas até lá manter-me-ei absolutamente neutro".


in "fcp.pt"

1 comentário:

Remigio Costa disse...

Jorge Nuno Pinto da Costa, ficará na História de Portugal com idêntica relevância à que é dada ao Infante D. Henrique: ambos ousaram conquistar e nunca desistiram de o conseguir.